Egito: álcool e lição de empreendedorismo

Como em muitos países muçulmanos, o consumo de álcool no Egito é cercado de tabus sociais e religiosos.

Não se compram bebidas alcóolicas no mercado, por exemplo. A comercialização de

Logotipo da rede de lojas Drinkies, que soube capitalizar o tabu social em volta do consumo de álcool

Logotipo da rede de lojas Drinkies, que soube capitalizar o tabu social em volta do consumo de álcool

bebidas alcóolicas se restringe a estabelecimentos licenciados, lojas especializadas, bares/boates e hotéis. E não pega bem aos olhos de muitos egípcios consumir ou carregar garrafas de bebidas alcóolicas em público, ainda mais quando se trata de mulheres…Na cabeça de muitos egípcios, isto não é coisa de mulher decente, é uma sociedade bem conservadora neste ponto!

Foi aí que uma empresa chamada

Motocicletas que fazem as tele-entregas de bebidas

Motocicletas que fazem as tele-entregas de bebidas

Drinkies encontrou uma grande oportunidade de negócios: tele-entrega de bebidas alcóolicas que possibilita a compra e o consumo longe de quaisquer constrangimentos. Mais um dos tantos exemplo de empreendedorismo driblando tabus sociais!